quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Um brinde ao Jaguar!



Jaguar comemora nesta quarta-feira 80 anos. Ou 20 aniversários, como prefere ele, já que nasceu no último dia de fevereiro de um ano bissexto.


O sítio eletrônico de O Dia (atalho infra) faz ao cartunista e cronista uma homenagem com diversos cartuns e uma interessante retrospectiva, via  de sua rica e admirável trajetória de vida.



"Ídolo de gerações, ‘movido a álcool’ e embalado a humor,
cartunista Jaguar é reverenciado por outros artistas
e ganha homenagem hoje, dia de seus 80 anos."
O Dia on line



Tive a satisfação de cruzar com Jaguar há alguns anos, casualmente, em Itaipava, RJ, onde ele mantém residência. Do encontro resultou uma longa e fértil prosa, que varou a noite, além de alguma correspondência nos tempos que se seguiram, hoje, lamentavelmente, escasseada. Produziu-se também o registro fotográfico que faço publicar a seguir, com minhas homenagens a esse verdadeiro ícone da crônica política brasileira no último quartel do séc. XX.







domingo, 26 de fevereiro de 2012

O IDEC e a 'Lei Geral da Copa'



O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor - IDEC está a promover campanha intitulada Fifa Abaixa a Bola!, por meio da qual se busca mobilizar a sociedade para reclamar aos membros do Congresso Nacional "apoio a todos os torcedores brasileiros que querem desfrutar de uma Copa do Mundo memorável no Brasil, mas não sob a condição de que as nossas leis sejam sumariamente desrespeitadas em benefício da Fifa."


Considerando que, segundo o IDEC, a votação do projeto da dita 'Lei Geral da Copa' pela comissão especial respectiva encontra-se marcada para o início desta semana, creio que se deva, prontamente, intensificar a mobilização.


Atalho infra.







Adendo:

Tenho a realização da Copa do Mundo de futebol por uma temeridade administrativa e uma irresponsabilidade política, num país, como o Brasil, em que faltam da cultura à infra-estrutura necessárias a um projeto de tal magnitude. Mas, se a esta altura inevitável o evento, que não se subverta, para isso, o ordenamento jurídico nacional.



quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

'Agora é Cinza', por Mestre Marçal


Agora é Cinza
Alcebíades Barcelos & Armando Marçal

Você partiu
Saudade me deixou
Eu chorei
O nosso amor foi uma chama
Que o sopro do passado desfaz
Agora é cinza
Tudo acabado
E nada mais

Você partiu de madrugada
Não me disse nada
Isso não se faz
Me deixou cheio de saudade e de paixão
Não me conformo com a sua ingratidão 






terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

'Desesperança', por Bandeira


Desesperança
Manuel Bandeira


Esta manhã tem a tristeza de um crepúsculo.
Como dói um pesar em cada pensamento!
Ah, que penosa lassidão em cada músculo. . .


O silêncio é tão largo, é tão longo, é tão lento
Que dá medo... O ar, parado, incomoda, angustia...
Dir-se-ia que anda no ar um mau pressentimento.


Assim deverá ser a natureza um dia,
Quando a vida acabar e, astro apagado,
Rodar sobre si mesma estéril e vazia.


O demônio sutil das nevroses enterra
A sua agulha de aço em meu crânio doído.
Ouço a morte chamar-me e esse apelo me aterra...


Minha respiração se faz como um gemido.
Já não entendo a vida, e se mais a aprofundo,
Mais a descompreendo e não lhe acho sentido.


Por onde alongue o meu olhar de moribundo,
Tudo a meus olhos toma um doloroso aspeto:
E erro assim repelido e estrangeiro no mundo.


Vejo nele a feição fria de um desafeto.
Temo a monotonia e apreendo a mudança.
Sinto que a minha vida é sem fim, sem objeto...


- Ah, como dói viver quando falta a esperança!










sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Carnaval, por Rachel Sheherazade




Vídeo publicado no blog da jornalista Rachel Sheherazade




Adendo:
Comentários pós-carnavalescos da bela e perspicaz Sheherazade







segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Apenas um primeiro passo para instituir-se a decência no Poder Judiciário


Na última quarta-feira, 1. fev., o Supremo Tribunal Federal - STF reconheceu, afinal e em linhas gerais, por apertada maioria, as competências constitucionais do Conselho Nacional de Justiça - CNJ. 

Embora algo surpreendente e digna de nota, possivelmente até de encômios, tal decisão não constitui, nem de longe, o bastante para redimir aquela Corte, muito menos o Poder Judiciário brasileiro como um todo, das horrendas mazelas de que padece e que se vêm exibindo de forma cada vez mais ostensiva, flagrante e indecente à sociedade nos últimos tempos. 

Trata-se, pois — se tanto, em uma perspectiva bastante otimista —, apenas do ponto de partida, não mais que um primeiro passo para uma eventual, conquanto urgente e necessária, revisão estrutural daquele poder.

Parece oportuno, pois, recordar e acentuar que os arraigados vícios do Judiciário, bem como aqueles que sem qualquer pudor os sustentam, seguem absolutamente intocados.






domingo, 5 de fevereiro de 2012

Recesso forçado


O Blog do Braga Rocha foi submetido a involuntário recesso nos últimos dias, em razão das dificuldades de acesso à rede mundial de computadores que enfrentou este escriba por ocasião de recente viagem ao interior de Minas Gerais.

Aos poucos as publicações, que tendem à periodicidade diária, serão retomadas.